segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Por vezes sai disto :

Estou a desesperar, quero escrever mas as palavras fogem-me por entre os dedos e os olhares como se apenas de vento se falasse. Vivemos num mundo em que tudo está errado, crianças que deviam estar a brincar começam a trabalhar permaturamente, jovens que deviam estudar e viver a sua adolescencia trabalham em prol da busca da felicidade de um futuro que nao promete nem sustente, idosos sao a toda a hora mal tratados, descuidados por vezes pelos proprios filhos, familias ja nao se juntam á mesa para brindarem pelo prazer de estarem juntos mas sim para discutirem o que dizem estar mal, "numa casa sem pao todos ralham e ninguem tem razao", a vida deixou de ter a verdadeira essencia, crescemos depressa demais, somos obrigados pela sociedade a crescer. A tornarmo-nos jovens adultos, mesmo que a nossa idade nao permita tal, somos conduzidos a obrigatoriadade de seguir um contrato qualquer ao qual nao assinamos mas assinaram por nós e temos de viver assim ate chegar ao verdadeiro momento em que nada mais importa, em que desces a baixo da terra, do chao que pisas e te deixas pisar por outros, por vezes por outros que nem sequer conheceste em vida, ai? Já nada mais importa, falem á vontade, gritem, chorem, sofram, pois ja sofremos o que tivemos a sofrer, ja fomos comidos vivos e ja choramos derradeiras lagrimas á espera que alguem tivesse piedade e te estendesse a mão como prova do seu auxilio, sem pedir nada em troca sem grandes confusoes apenas esperamos que se abram os coraçoes e se grite ao mundo apenas uma palavra: BASTA. Basta desta vida, basta deste sofrimento conduzido pelo ser humano ate á exaustao, basta de sorrisos falsos e olhares mentirosos, basta de falsas amizades que no fundo so desejam aquilo que tens e invejam-te pelo que nao teem. Basta de sofrimento, pois so tu tens a capacidade de te erguer. Nao fingas ser aquilo que nao és, nao te escondas por tras de uma mascara e nao vivas sonhando com o dia em que diras basta e partiras deste mundo deixando que te cobram da terra que durante anos te tapou os olhos e agora te tapara o corpo de toda uma realidade que é e sempre sera dificil de enfrentar e so os verdadeiros guerreiros conseguem dizer que foram felizes, tu disseste-o e por isso agora te digo: Parabens! Um verdadeiro guerreiro é ser uma pessoa como tu. Partiste mas seras sempre relembrado e enquanto este mundo nao mudar havera muita gente a desesperar ir ao teu encontro para que assim a paz se faça sentir e as lagrimas parem de ser derramadas e acumufladas pela sociedade que nao entende a dor que é viver da maneira que somos obrigados a viver, por vezes ate pelos proprios pais.
Tu conseguiste e eu admiro-te por isso. ès uma verdadeiro exemplo, o qual eu pretendo seguir. Obrigada por um dia teres pertencido á minha vida, meu amor.


(ps: o meu pc nao tem permitido escrever, desliga-se do nada e a vontade de escrever torna-se escassa nestas condiçoes, desculpem leitores)





SoraiaMontes

sábado, 3 de setembro de 2011

Estou feliz, estou muito feliz! :)

Bem, sinceramente, fiquei algum tempo a olhar para o titulo deste texto, admito que tinha saudades de o escrever! E sabem? Soube bem escreve-lo novamente...
Hoje o dia foi incrivelmente surpreendente... Foi um dos melhores da minha vida, confesso.
Fui á praia, com a minha melhor amiga e com um rapaz que começa a ser bem importante (como se costuma dizer um amigo colorido), tudo aparentava que seria um dia diferente mas julgo que estava longe de imaginar que seria tao bom! Estou aqui a tentar encontrar as palavras certas para escrever mas a verdade é que elas me estao a faltar, so me apetece dizer com todas as letras e de boca cheia que hoje estou feliz, nao me interessa o amanha.
Aprendi, ou melhor dizendo, reaprendi o valor que existe em dar, tudo bem tudo bem, quando recebemos alguma coisa  ficamos felizes, muito felizes ate pode ser que sim, mas dar? quem é que nos dias de hoje tem capacidade de o fazer só porque quer mimar?! Bem eu tive, e digo com a boca cheia de que nao me arrependo de um milesimo de segundo do dia que hoje vivi. Desde a acordar as 7h, com um caminho de 20m a pé ate á central de camionagem para que assim conseguisse estar um dia com uma pessoa que preenche a minha vida por inteiro e outra que começa a preencher tambem, muito mais do que aquilo que um dia imaginei ser possivel, a vida ou o meu coraçao surpreendeu-me e apanhou-me desprevenida, admito-o.
Ofereci algo que ja queria oferecer á bastante tempo, mas o medo e incerteza de que seria uma boa oferta fazia-se sentir bem ate hoje. Lutei contra todos os contratempos que foram surgindo no caminho, explodi varias vezes mas no fim... bem no fim consegui e so isso me interessa realmente... passeamos, rimos, brincamos, sorrimos, coramos, comentamos, falamos mas acima de tudo e uma palavra que tudo resume: VIVEMOS.
Não, não consigo mesmo encontrar palavras para o dia perfeito, e volto a escrever Perfeito, que vivi, finalmente comportei-me como uma adolescente que nao tinha de fingir aquilo que nao estava, que nao tinha de se fazer de forte para que outros nao sofressem, nao tive de sorrir quando nao queria sorrir. Eu consegui ser aquilo que realmente sou, coisa que ja nao fazia á 7 meses... é muito tempo a reprimir o meu verdadeiro eu, mas acho, melhor, tenho a certeza que valeu tanto mas tanto a pena a espera *.*
Sabem aqueles dias em que tudo parece perfeito e todos os problemas teem uma resoluçao?
Pronto estou nesses dias.

Não consigo deixar de pensar no rapaz que mencionei, acho que a "coisa" se começa a tornar seria e o medo começa a ser constante mas a vontade de viver novamente sorrindo como hoje é tao enorme... Opa, estar com ele, falar sobre tudo e nada, molha-lo, brincarmos com tudo e com nada, aqueles olhares intensos que nada dizem,  fez-me relembrar bons velhos tempos, nao com magoa, nao com tristeza mas sim com vontade, vontade de voltar a esses bons velhos tempos. Quem sabe, hoje diria que voltei, hoje conseguiram estas duas pessoas levarem-me ás nuvens só com a simples certeza de que estao ao meu lado, para o que der e vier. Obrigada por este dia fantastico. Venham mais, venham muitos mais !!


Ps: voltei ao que era na escrita, pelo menos neste texto, nao reprimi sentimentos, deixei-me dizer tudo o que tinha para dizer, yes! Espero que estes tempos sejam para ficar, porque eu gosto de estar assim mas acima de tudo:   porque eu mereço!!!



SoraiaMontes