terça-feira, 26 de abril de 2011

desabafo#3



Reparo agora no silencio da noite, que nao sou nada na minha vida. Algumas pessoas podem-me considerar amiga, para outros sou talvez apenas uma conhecida, para alguns sou mais uma num determinado local... existe quem me considere um porto-de-abrigo e quem me rejeite dizendo que sou dispensavel, ha quem me ame e quem me use. Há quem me procure para partilhar tristezas e ha quem salte para mim numa correria dizendo a sua maior alegria do dia.
Sao momentos descritiveis mas nunca serao transmitidos com todo o sentimento que me causa... esse guardo bem no fundo do meu ser, esse jamais alguem chegara lá.
Sei que existem pessoas a usarem-me para descarregar todas as suas frustaçoes, sei tambem que existem pessoas a falar de mim nas minhas costas mas a respeitarem-me a cara e sei ainda que posso fazer tudo e nada para que isto mude mas jamais algum gesto meu poderá mudar alguma coisa.
De burra e ingenua pouco tenho, falsidades é o que mais me rodeia, certezas é aquilo que menos tenho. Alegria é aquilo que todos veem no meu rosto mas é aquilo que menos sinto no meu interior. Ninguem sabe o que sou, para onde vou e como estou. Nao sabem nada sobre mim mas limitam-se a olhar para o exterior daquilo que o meu ser se integra, quando aprenderem a encarar o meu interior e a quererem descobrir aquilo que sou realmente, ai perceberao que nao estou bem, nao sei para onde vou e dificilmente estou como mostro estar. E nesse dia? talvez me respeites as costas e a cara!


tenho dito!




Soraia Montes...

quinta-feira, 14 de abril de 2011

doente

Nao tenho vindo por aqui, nem comentado os vossos post's porque estou DOENTE. Devia ser proibido estar doente nas ferias... passar os dias na cama com febre é uma total TRETA! espero que melhor rapidamente para vir mais vezes a este meu cantinho e depois aos vossos. bem ja que as minhas começaram mal.... desejo-vos BOAS FERIAS, DIVIRTAM-SE e nao comam muitas amendoas :b

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Obrigada

..Aqui há algum tempo atrás, precisamente 1 mês e 8 dias, o meu mundo caiu infinitamente... ainda hoje ele nao está e suponho que nunca estara totalmente construido como outrora foi. Mas nao é disso que venho escrever, nao! Vou agora dar valor a quem o teve realmente e me ajuda a superar esta fase negra da minha vida. Porque eles sim o merecem e fizeram de tudoooo para que nao houvesse mais uma perda no mundo (a minha). Tenho a agradecer á minha melhor amiga, do fundo do coraçao. Por todas as palavras, por todas as lagrimas que derramei e derramo no seu ombro, por todos os mimos e frases feitas que nada resolvem mas de todo que ajudam a ter uma pequenina, por mais minima, que seja esperança no futuro... chorei imenso com ela, coisa que antes nunca tinha feito... sinceramente nunca tive duvidas que me apoiasse, ate porque quando ele estava doente mas vivo percebemos que nos apoiamos mutuamente... tive receio em contar-lhe, sentia-me portadora das más noticias mas tinha que o fazer... nesse mesmo dia, nesse maldito dia ela ca esteve em minha casa, pronta para ver como estava e para me dar um bom e grande abraço para ambas nos reconfortarmos. Sempre soube mas sao nestes verdadeiros momentos de maior angustia, de maior choro, de maior tristeza que se veem os verdadeiros amigos e da Minha Melhor Amiga? Não tenho a minima razao de queixa. Obrigada do fundo do coraçao por tudo aquilo que fizeste e fazes por mim. és mais importante que o ar que respiro. Gosto muito de ti Melhor amiga :) Tenho de agradecer tambem aos meus pais, porque incrivelmente surpreenderam-me pela positiva e nessa semana livraram-me de todos os encargos, viveram concretamente a dor comigo e mimo nunca me faltou! Obrigada do fundo do coraçao, foram uns verdadeiros Pais! Agradeço tambem á minha tia e amigos por toda a paciencia que tiveram comigo e por subirem a moral sempre que foi e é necessario. Agradeço tambem á familia do meu namorado, principalmente ao Filipe por todo o apoio mutuo que criamos uns entre os outros. passaram a ser tambem a minha familia há algum tempo. por isto e por muito mais eu continuo a dizer que: "é nos bons momentos mas principalmente nos maus momentos que se veem os verdadeiros amigos" e a todos eles eu digo UM GRANDE E REDONDO OBRIGADA!

sexta-feira, 1 de abril de 2011

"Até já, pimpolha"

Fiquei durante muito tempo a olhar para o ecra do computador com mil e um assuntos para escrever e assim desabafar tudo aquilo que tenho sentido, porém o tempo passou mas o sentimento nao clareou. Estou agora a começar possivelmente um texto muito estupido no qual vou chegar ao fim e achar que ninguem vai perceber absolutamente nada daquilo que aqui está escrito. Mas para que me interessa que entendam? Se eu entendo so isso me resta. Tenho a musica quase no maximo, a luz é minima... o quarto está num silencio sombrio, so a musica me embala, sinto-te aqui perto de mim, lembro-me tao bem quando me sentavas no teu colo e me dizias que ia ser tua para sempre e agora? onde andam estas palavras que me embalavam numa historia de amor verdadeiro, fizemos juras de amor eterno. Corremos a praia e disseste que podia correr o tempo que quisesse que jamais deixarias de estar ao meu lado e agora? Porque nao te vejo? porque nao te sinto? onde andas tu? para onde foste? que é feito de ti, meu amor. Nao voes mais, nao me fujas mais. Volta para mim, segura-me em teus braços, deixa-me sentir-te no meu peito, eu sem ti nao sou ninguem nao percebes? Porque me fizeste isso... sempre te disse que a tua partida seria a minha morte. Chega desta dor que me corroi o coraçao. Sinto mesmo a tua falta. Disseste que ias ser o pai dos meus filhos, o marido perfeito com rosas a toda a hora, que me ias abraçar nos momentos de maior angustia e que me ias fazer a mulher mais feliz do mundo. E fizeste... enquanto o tempo te deixou, enquanto te mantiveste cá ate ao ultimo minuto me fizeste a rapariga mais feliz que existia na face do universo. E agora que sou eu? quem sou eu ? Diz-me! Tinhas resposta a tudo, ATREVE-TE agora a dar-me esta. COMO VIVO AGORA SEM TI?! Nao sabes? eu muito menos, sem ti sou deserto sem agua, sou noite sem lua, sou escuridao no escuro, sou nada no meio de tudo. Sem ti sou a Soraia, Contigo eu era a Tua Soraia. Viver assim é duro... Os dias podem passar, anos até mas jamais esquecerei estas tuas palavras... "até ja pimpolha, lembra-te que te amo muito palerminha... " agora digo-te eu... "até já. um dia seremos felizes juntos... meu puto, eu amo-te"



SoraiaMontes....